Tiroteio deixa feridos no aeroporto de Los Angeles

Um tiroteio com “múltiplos disparos” ocorreu no aeroporto de Los Angeles, no estado americano da Califórnia, na manhã desta sexta-feira (1º), segundo as autoridades.

Há pelo menos dois feridos após um homem que portava um rifle ter começado a atirar, segundo a polícia de Los Angeles, citada pelo “Los Angeles Times”. Um agente de segurança e o suposto atirador, que está sob custódia, teriam sido atingidos na perna, de acordo com o jornal.

A TV CBS fala em mais dois baleados. O tiroteio ocorreu às 9h30 locais, próximo ao controle de segurança do terminal 3, segundo a administração do aeroporto em sua conta no Twitter. De acordo com testemunhas, ele ocorreu no terminal da companhia Virgin America. Vários passageiros telefonaram para o telefone de emergência da polícia para relatar a emergência.

O atirador usava um rifle de alto poder de fogo e vestia roupa camuflada, segundo a CBS. De acordo com o “LA Times”, que cita testemunhas, ele era um rapaz branco e jovem, que andava calmamente pelo local até começar a atirar. Os terminais 2 e 3 foram evacuados. Os aviães permanecem em solo no aeroporto. Em todos os aeroportos do país, voos com destino a Los Angeles também continuam parados, segundo a agência de controle de tráfego aéreo do país. Algumas pessoas saíram do prédio em macas. Imagens da TV mostram agentes de segurança sendo atendidos por paramédicos. Pelo menos quatro ambulâncias estão no local.

A polícia está fazendo buscas no aeroporto para garantir que não exista outro atirador, segundo a Fox News. Há relatos não confirmados da presença de um segundo suspeito. A polícia pediu que os moradores evitem a região, e o tráfego está bloqueado. As forças policiais estão em alerta em toda a cidade.

Testemunhas O passageiro Robert Perez disse que estava tirando uma soneca quando o pânico começou, segundo a TV local KCLA/CBS. “Ouvi um estouro, e todo mundo estava se jogando no chão para se proteger”, disse. “A segurança disse que havia um tiroteio no terminar e evacuou o prédio.

Os passageiros foram levados a um ónibus e se dirigiram a um terminal menor, segundo ele. Tony Bellecci, do programa de TV Mythbusters, disse no Twitter: “Ouvimos tiros e então todos correram para a porta. Não estou certo se alguém se feriu.”

Casa Branca O Serviço Secreto pediu que manifestantes e turistas deixem a região em frente à Casa Branca, em Washington, por medida de precaução.