SP e União firmam parceria de R$8 bi

O governador Geraldo Aláckmin e a presidenta Dilma Rousseff assinaram, ontem (12), no Palácio dos Bandeiárantes, o termo de cooperaáção para viabilizar a consátrução de 100 mil moradias populares no estado de São Paulo, por meio da Agência Casa Paulista do Governo do Estado e do Programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal.

“Não é todo dia que a gente assina um convênio de R$ 8 bilhães. Mais importante do que isso é para onde esse recurso se destina: casas e apartamentos para quem ganha até R$1.600. Prioriádade para as famílias em área de risco, área de favela, cortiço, áreas de mananciais, mas especialmente para as famílias de menor renda”, afirmou o governador.

Para a construção das unidades serão investidos R$ 8,04 bilhães, sendo R$ 1,9 bilhão do governo do Estado e R$ 6,145 bilhães do governo federal. Os recursos estaduais serão repassados por meio da Casa Paulista, lançada pela Secretaria de Estado da Habitação de São Paulo em setembro do ano passado. A estimativa é geárar 340 mil empregos, entre diretos e indiretos.

Inicialmente, a parceria preávia a construção de 97 mil unidades. Durante o discuráso, a presidenta anunciou a construção de mais três mil unidades.