Sírios apoiam Assad Líbia reconhece oposição

Dezenas de milhares de sírios marchaáram ontem (19) em apoio ao presidente Bashar al-Assad na cidade de Aleáppo, no norte do país, enáquanto tropas leais ao líder sírio realizavam uma ofensiáva no sul para esmagar a reávolta de sete meses contra seu governo.

A manifestação organiázada pelo Estado em Aleáppo ocorreu uma semana após um evento similar em Damasco, demonstrando que as autoridades ainda podem obter apoio em massa nas duas principais cidades do país, apesar das ondas de instabilidade em toda a nação.

“Amamos você”, clamaávam os manifestantes enáquanto seguravam fotos de Assad e agitavam bandeiras sírias, russas e chinesas …− uma referência ao veto de Moscou e Pequim ao projeáto de resolução da ONU que poderia ter levado a sançães contra a Síria.

Bandeiras enormes foáram hasteadas em prédios ao redor da praça onde os manifestantes se reuniram para ouvir músicas nacionaálistas e discursos de apoio a Assad. Moradores disseram que as escolas foram fechaádas em Aleppo ontem para aumentar a participação no comício. O presidente sírio desafia os pedidos de Estaádos Unidos e Europa para que renuncie.

No centro da cidade de Homs, onde moradores diázem que homens armados e desertores do Exército lutam contra forças do governo, ativistas relataram que seis pessoas foram mortas a tiros por homens de Assad em Naziheen. (DA REDAÇÃO)