SBC se prepara para negociar potencial imobiliário urbano

São Bernardo poderá negociar com a iniciativa privada até 7,5 milhães de m2 de potencial construtivo da cidade nos próximos anos.

O valor é referente ao total do quanto se pode verticalizar nos terrenos disponíveis hoje nos bairros além dos limites básicos impostos pela legislação. A ferramenta, presente na nova lei de uso e ocupação do solo, permite que a conta dos problemas urbanos trazidos com o adensamento dos conjuntos residenciais, como trânsito e problemas de saneamento, seja dividida com a iniciativa privada. Cada bairro possui um estoque potencial construtivo diferente. A região central tem a maior área total: 934 mil m2 . Em seguida vêm Rudge Ramos (659 mil m2) e Ferrazópolis (620 mil m2 ).