São Caetano é referência nacional na adesão ao tratamento contra a Aids

Nesta quinta-feira (16/4), o Centro de Prevenção e Assistência às Doenças Infecciosas (Cepadi) da Secretaria de Saúde da Prefeitura de São Caetano do Sul recebeu a consultora técnica do Departamento Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Daniela Cerqueira Batista. O objetivo da visita foi conhecer os serviços presentes na cidade em relação à adesão ao tratamento antirretroviral.

A diretora do Cepadi, Lucy Vasconcelos, infectologista, explicou que São Caetano é referência nacional neste tipo de terapia, que é a de tomar qualquer medicação de acordo com a prescrição. “No caso da Aids, ingerir o remédio da forma correta é fundamental para manter a doença sob controle e não tornar o vírus resistente”, observou.

O secretário municipal de Saúde, Jesus Adalberto Gutierrez, agradeceu a consideração e parceria do Ministério. “Estamos muito honrados com o reconhecimento. Para que sejamos ainda mais exemplo em todo o País, desejamos melhorar o nosso atendimento humanizado.”

“Conheci a Lucy há dois meses e a convidei para ir até Brasília mostrar o trabalho feito no município. Logo de cara, percebi a paixão da doutora pelo assunto e o ótimo desempenho dela e da sua equipe na cidade. A motivação e receptividade é muito importante para que os pacientes se sintam acolhidos, além da vontade no tratamento. Isso eu percebi aqui desde a hora que entrei”, concluiu Daniela Batista.

Números …− Os números sobre os pacientes de São Caetano em tratamento com carga viral indetectável, ou seja, que não transmitem o vírus e vivem bem, é de 85% a 90%. A média mundial nesse quesito é de 60%. “Aqui, existem poucos pacientes de resgate. Isso mostra que o trabalho do Cepadi é muito bem feito e coordenado”, exaltou a diretora da unidade.

Mais um motivo de excelência é a farmácia presente no Cepadi. Nela, existe um plantão de receita médica, ou seja, o paciente pode chegar sem a receita e retirar uma nova e já conseguir a medicação. Isso é crucial para o sucesso do tratamento contra a Aids, por exemplo.

Projeto-piloto …− A consultora técnica do Departamento Nacional está realizando um projeto-piloto a fim de dar aos pacientes de resgate, que são os que abandonam ou não se adaptam ao tratamento, uma caixa para as pílulas de remédios com os dias da semana onde eles possam organizá-los de forma mais fácil e não percam o dia de tomar a medicação.

A iniciativa será testada apenas em três regiães: Distrito Federal, Florianópolis e São Caetano. Se der certo, será apresentada ao Ministério da Saúde e poderá se tornar um padrão neste tipo de tratamento.

Sobre o Cepadi …− Atualmente, o Cepadi atende cerca de 650 pacientes em tratamento na unidade. “A visita valorizou muito o nosso trabalho e com os projetos podemos melhorar os serviços oferecidos aos munícipes”, explicou Alexandre Yamaçake, coordenador adjunto do centro.

A unidade realiza orientaçães sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, HIV/Aids e hepatites virais, oferta de exames de sorologia e tratamento aos pacientes de HIV, sífilis e hepatites B e C e doenças sexualmente transmissíveis.

O atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, na Avenida Dr. Rodrigues Alves, 93, Bairro Fundação. Mais informaçães pelos ou pelo e-mail .

FONTE PMSCS