Quem descobriu o Brasil?

quem descobriu o Brasil

No dia 22 de abril, se comemora o descobrimento do Brasil. Nessa mesma data, no ano de 1500, eram descobertas às terras de “Vera Cruz”, que ficavam próximas à Porto Seguro, no estado da Bahia, que mais tarde viram a receber o nome de Brasil. E muito se pergunta: quem descobriu o Brasil?

Embora usado quase exclusivamente em conexão com a viagem de Pedro Álvares Cabral, o termo “descobrimento do Brasil” também pode ser aplicado à chegada da expedição do navegador e explorador espanhol Vicente Yáñez Pinzón, que chegou ao cabo de santo Agostinho, localizada no atual estado de Pernambuco, em 26 de janeiro de 1500.

Esta é a viagem mais antiga comprovada em solo brasileiro. No entanto, a navegação do castelhano ao longo da costa estado-unidense não teve efeito. A chegada de Pinzón pode ser vista como um mero incidente da expansão marítima espanhola.

Também se fala se o Pau-Brasil foi realmente descoberto, pois, antes de Cabral e Pinzon, nosso país já era habitado por povos indígenas desde a pré-história.

De todo modo, a nomeação para esse evento histórico leva em conta a visão dos povos do chamado “Velho Mundo”, registrados na forma de história (escrito), portanto, representa o conceito de história eurocêntrica. Isso, então, marca o início da colonização portuguesa nas áreas que mais tarde formavam o Brasil, por meio da construção social, mais precisamente política.

Quem descobriu o Brasil?

Quem descobriu o Brasil foi Pedro Álvares Cabral. No entanto, por pouco, o Brasil não foi encontrado por outros navegadores: um português, Duarte Pacheco Pereira, e dois espanhóis, Vicente Pinzon e Diego de Lepe. Em 1498, Duarte foi designado por D. Manuel I para uma expedição secreta, cujo objetivo era reconhecer as zonas situadas além da marcação de Tordesilhas.

Quem descobriu o Brasil: Pedro Álvares Cabral

Pedro Álvares Cabral foi um comandante militar, navegador e explorador português, creditado como o descobridor do Brasil. Cabral realizou uma significativa exploração da costa nordeste da América do Sul, reivindicando-a para Portugal. Ainda que os detalhes de sua vida sejam muito poucos, sabe-se que ele veio de uma família nobre na província interior de Portugal e recebeu uma boa educação formal.

Aos 11 anos, Cabral iniciou os estudos em história e cosmografia (astronomia descritiva), além de aprender a usar armas. 5 anos depois, aprofunda-se nos estudos militares e astronômicos. Foi dessa forma que ganhou a confiança do rei D. Manuel I, que lhe conferiu o título de Fidalgo do Conselho do Rei, e Cavaleiro da Ordem de Cristo.

No ano de 1499, Pedro Álvares Cabral recebeu a importante missão de comandar uma viagem com destino às Índias, que teria como consequência a descoberta do litoral brasileiro. Cabral passou 10 dias no território, e depois partiu para as Índias, onde depois de 3 meses, desembarcou e foi recebido com hostilidade em Calicute. Depois disso, Cabral foi para outro território indiano, onde fez negócios e se abasteceu de muitas especiarias.

O retorno de Cabral para Portugal acontece em 21 de julho de 1501. Das 13 embarcações que saíram, apenas 6 voltaram. Ao chegar é bem recebido. Dois anos depois, se casa com D. Isabel de Castro e constrói família. Sua relação com o rei é abalada e apesar de ter sido nomeado como chefe de uma nova expedição, é substituído por Vasco da Gama.

Pedro Álvares Cabral morreu em 1520 na cidade de Santarém, em Portugal.

Quem descobriu o Brasil: como foi o descobrimento

O primeiro lugar visto foi um morro chamado Monte Pascoal. No dia seguinte, 23 de abril, os europeus pisaram em terra firme e fizeram o primeiro contato com os nativos. O desembarque ocorreu na praia de areia branca de Porto Seguro, no sul da Bahia. Naquela época, o local onde desembarcaram e outra parte do litoral nordestino do Brasil chamava-se Ilha de Vera Cruz.

Quem descobriu o Brasil: a carta de Pero Vaz de Caminha

A carta de Pero Vaz de Caminha é o documento em que Pero Vaz de Caminha registra suas impressões sobre à terra mais tarde chamada Brasil. Este é o primeiro documento redigido da história do Brasil. É geralmente considerado o ponto de partida da obra literária brasileira, embora formalmente seja um simples documento de registro, pois traz em suas linhas a escrita da época o estilo e, nas entrelinhas, conta muito da história oculta da descoberta.

Quem descobriu o Brasil: Os povos nativos

Na época da chegada de Cabral, as populações no Brasil viviam na Idade da Pedra entre a transição do Paleolítico para o Neolítico, entre a agricultura incipiente (milho e aipim) e a domesticação de animais (porco da moita e capivara). No entanto, possuíam amplo conhecimento na produção de bebidas alcoólicas fermentadas (mais de 80 espécies) utilizando raízes, tubérculos, cascas, frutas, entre outros, como matérias-primas.

Quando os portugueses chegaram ao Brasil, o litoral baiano era ocupado por duas nações indígenas do grupo tupi: os tupinambás, que ocupavam a faixa entre a foz do rio Camamu e São Francisco; e os tupiniquins, que se estendiam de Camamu até a divisa com o atual estado brasileiro do Espírito Santo. Os aimorés, além disso, habitaram a província vivendo nas faixas paralelas às faixas atribuídas aos tupiniquins.

Outras teorias sobre quem descobriu o Brasil

Embora não haja registros históricos que afirmam oficialmente que outras expedições chegar ao Brasil antes da frota de Cabral, há registros que sugerem que o Brasil foi descoberto antes de 22 de abril de 1500.

Por exemplo, o manuscrito Esmeraldo de Situ Orbis do navegador português Duarte Pacheco Pereira, que cita uma viagem de 1498 em que cita terras que poderiam fazer parte das costas litorâneas da Amazônia e do Maranhão.

Há outros estudos que apontam os espanhóis Vicente Yáñez Pinzón e Diego de Lepe como os primeiros europeus a desembarcar em solo nacional. Isso pode ter acontecido em janeiro de 1500, onde hoje é Pernambuco. Três meses antes da chegada de Cabral e sua tripulação.

Em qualquer caso, seja Portugal ou Valencia. É importante destacar que a ideia de abertura deste território é bastante eurocentral, o que significa que os acontecimentos históricos são interpretados unicamente a partir de uma perspectiva europeia.

Na ocasião do Brasil, por exemplo, já havia uma enorme população de várias tribos indígenas. Essas populações indígenas já tinham cultura, modo de vida e agricultura, então com a vinda dos exploradores todo esse sistema mudou.

 

Acesse https://jornalhojelivre.com.br e veja mais assuntos!

 

Fontes:

https://www.ebiografia.com/quem_descobriu_o_brasil/#:~:text=A%20vers%C3%A3o%20hist%C3%B3rica%20oficial%20considera,e%20mais%20de%20mil%20marujos.

https://memoria.ebc.com.br/infantil/voce-sabia/2013/04/quem-descobriu-o-brasil