Programas sociais da Coop rendem doação de R$ 2 milhões para APAEs

A Federação das Associaçães de Pais e Amigos dos Excepcionais do Estado de São Paulo (Feapae) acaba de receber da Coop …− Cooperativa de Consumo o valor de R$ 143.018,29, referente ao repasse apurado durante o segundo trimestre deste ano (abril / maio / junho) dos seus programas sociais …−Troco do Bem e Revista Coop.

Com este repasse, vindo da contribuição de seus clientes e cooperados, o volume de doação da Coop à Federação somou R$ 2.031milhães nos últimos sete anos. Este dinheiro ajudou na melhoria da qualidade de vida dos 3.175 assistidos de 10 unidades da APAE instaladas nas cidades onde a Coop possui unidades de distribuição (Região do Grande ABC, Sorocaba, São José dos Campos, Piracicaba e Tatuí).

O resultado desses dois compromissos sociais traz uma satisfação especial à Coop, pois reflete o engajamento e cooperação de todos os envolvidos no processo. De acordo com o diretor-presidente Marcio Valle, o empenho e comprometimento da equipe atraem a atenção dos cooperados para a causa, repercutindo em ajuda concreta à APAE, instituição que tanto contribuiu para a melhoria da sociedade. Para Luciana Benteo, analista de responsabilidade social, os cooperados abraçaram a causa ao entender os benefícios gerados a uma instituição que depende de ajuda para manter seu atendimento aos assistidos. Graças ao apoio, a Federação utiliza a verba para desenvolver projetos voltados à melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência intelectual atendidas nas áreas da assistência social, educação e saúde.

REALIZAÇÕES DAS APAES SANTO ANDRÉ: A unidade, que atende 333 assistidos, usa o dinheiro para a compra de material técnico e no pagamento dos profissionais, como psicólogos, fonoaudiólogos, pedagogos e fisioterapeutas. O repasse contribuiu para a capacitação de três fonoaudiólogos com um curso sobre bandagem terapêutica. SÃO BERNARDO: Com 35 assistidos, a filial aplica os recursos também na capacitação da equipe e no pagamento dos profissionais. SÃO CAETANO: Os repasses são investidos na manutenção da estrutura e na compra de materiais usados nas atividades que trabalham o desenvolvimento da capacidade cognitiva dos usuários. A unidade atende 700 usuários. DIADEMA: Boa parte é empregada na manutenção das instalaçães, na complementação da alimentação diária dos 550 atendidos, além de contribuir com as atividades de estimulação sensorial. MAUÁ: De acordo com a instituição, que atende 285 usuários nas áreas da Assistência Social, Educação e Saúde, os repasses contribuem para a manutenção da estrutura do prédio e a compra de materiais pedagógicos. Graças à parceria, a APAE também consegue adquirir materiais que são utilizados na realização de diversos eventos temáticos, como o dia das mães, festa de páscoa e festa caipira. SÃO JOSÉ DOS CAMPOS: Entre outras açães, o Programa de Cursos Livres voltado a adolescentes e adultos acima de 18 anos é um dos contemplados com a verba doada pela Coop. Os participantes das oficinas de artesanato, corte e costura e artes plásticas vendem seus produtos na instituição, atividade que desperta a independência, autonomia e relacionamento social. A filial atende 320 usuários. SOROCABA: A verba é direcionada à manutenção do projeto Cozinha Experimental, que visa à empregabilidade e inclusão social da pessoa com deficiência. Para tanto, há uma parceria com a loja Coop da cidade que auxilia o desenvolvimento do projeto, preparando os usuários para o mercado de trabalho e também absorvendo a mão de obra dos capacitados. A APAE local conta com 350 assistidos. TATUÍ: Os repasses contribuem para as atividades operacionais da unidade, que atende 212 usuários. O Programa de Integração ao Mundo do Trabalho é um ótimo exemplo de atividade desempenhada com auxílio da verba. O programa tem o objetivo de promover a proteção social por meio do desenvolvimento de atividades da Vida Prática e Instrumental, fomentando o protagonismo e a participação cidadã. O público alvo é composto por adolescentes acima de 15 anos com deficiência intelectual e múltipla. As atividades acontecem na cozinha e lavanderia da instituição. PIRACICABA: Até as mães dos assistidos foram beneficiadas diretamente com os repasses, usados pela APAE na construção de uma sala de costura para elas. Foi por meio da doação trimestral que a instituição equipou a padaria com um forno industrial e ainda banca as aulas de aulas de capoeira e de música aos 390 assistidos. SÃO PAULO: A APAE de São Paulo, que atende 16 mil usuários, emprega o valor doado na complementação dos recursos para aquisição de testes de psicologia que são utilizados no ambulatório do serviço de Referência em Triagem Neonatal.

SOBRE OS PROJETOS REVISTA COOP …− o exemplar custa R$ 2,60 e metade desse valor (descontados) os impostos vai para APAE. A publicação é mensal e possui 100 páginas, com assuntos de gastronomia, saúde, bem-estar, turismo, comportamento e entretenimento. TROCO DO BEM: o programa é destinado para aqueles que pagam as compras em dinheiro na Coop e se houver troco em centavos, a operadora de caixa sugere a doação total ou parcial à APAE.