Prefeitura recolheu mais de 4.000 toneladas de materiais inservíveis nos últimos 3 meses

Entre dezembro de 2015 e fevereiro de 2016 a Prefeitura de Mauá, por meio da Secretaria de Serviços Urbanos (SSU), recolheu 4.418 toneladas de lixo dentro da operação cata bagulho e também das açães pontuais de limpeza. Entre o material recolhido estão móveis e eletrodomésticos velhos, madeiras, capim roçado e restos de podas de árvores. A Operação Cata-Bagulho segue o programa Mauá Cidade que Avança, e neste momento está percorrendo a região do Jardim Oratório.Estão contabilizados nessa pesagem materiais descartados de forma regular e também o que foi recolhido de descarte irregular.

No entanto, é primordial que a população apoie a Prefeitura no intuito de coibir o despejo ilegal de entulhos e bagulhos nas vias públicas. De acordo com as Leis Municipais n° 2.260/89 e 3.057/98, moradores que depositarem bagulhos de forma irregular estão sujeitos a multa. Os munícipes podem denunciar o descarte ilegal através do número 153. Materiais despejados irregularmente nas ruas e avenidas, além de degradar a cidade, podem se tornar focos de pragas urbanas como ratos e o mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, Zika Vírus e Febre Chikungunya.

Para realizar o descarte legal os moradores devem utilizar os cinco ecopontos espalhados pela cidade ou depositar o material próximo ao portão de sua própria residência, neste último caso, somente quantidades pequenas e em datas específicas, quando os caminhães do Cata-Bagulho estiverem para passar na respectiva rua.

Tanto o calendário da Operação Cata-Bagulho quanto os endereços dos ecopontos estão disponíveis no site da Prefeitura …− www.maua.sp.gov.br …− e podem também ser consultados pelo .