Prefeitura de São Caetano busca melhoras Sistema de Saúde da cidade

Desde segunda-feira (29), por determinação do prefeito Paulo Pinheiro, o secretário de Saúde, Sallum Kalil Neto, transferiu provisoriamente a sua sala de trabalho ao Hospital Municipal de Emergências Albert Sabin (Rua Aurélia, 101, Bairro Santa Paula). A medida foi tomada para que o titular da pasta de Saúde sancaetanense acompanhe de perto o funcionamento do local para que, assim, sejam adotadas as açães necessárias a fim de melhorar o atendimento à população.

Sallum explica que neste período em que está no local, já está fazendo um grande levantamento de todos os atendimentos que foram realizados na unidade hospitalar desde 1º de janeiro, para identificar os horários de pico e adequar melhor o pessoal que atua no espaço. “Isso para diminuir a fila de espera no Hospital”, ressalta. “Estamos levantando todos os problemas, mas todos mesmo, para que, nos próximos dias, comecemos a solucionar todas as demandas o mais rápido possível”, destaca o secretário de Saúde sancaetanense.

Atendimentos

O Hospital Municipal de Emergências Albert Sabin atende uma média de 20 mil pessoas por mês, sendo que, desse total, 48% são de fora da cidade …− a unidade hospitalar emergencial tem a obrigação de acolher a todos os enfermos que vão ao local. Entretanto, alguns dados do relatório da unidade divulgado na última semana, referentes ao mês de março, chamam a atenção. O documento aponta que 3090 atendidos eram de São Paulo, 1184 de Santo André, 345 de Mauá, 16 de Rio Grande da Serra e também pessoas de Santos, Taboão da Serra, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Carapicuíba e Suzano, entre outros. “Pedimos a compreensão de todos os moradores. Estamos fazendo o possível para melhorar o Hospital Municipal de Emergências Albert Sabin e todas as unidades de saúde da cidade”, completa Sallum.