Por que as mulheres têm tantas dores nas costas?

Dores nas costas são comuns e podem afetar pessoas de diferentes idades. Mas, por qual motivo as mulheres sofrem tanto com incómodos que afetam a região lombar? Pois bem, além do sedentarismo e a obesidade diversos hábitos errados cometidos no dia a dia contribuem para o surgimento do problema. Entre os principais estão: uso constante de saltos altos, má postura no trabalho e uso incorreto de bolsas. Manifestaçães de doenças como depressão, fibromialgia, hérnia de disco, osteoporose, câncer, artrites, cálculo renal, aneurisma de aorta, úlcera gástrica, entre outras, também podem ser responsáveis pelas dores nas costas. “No público feminino as dores costumam surgir ainda por questães hormonais como a que acontece no ciclo menstrual e, especialmente, durante a gravidez”, diz o fisioterapeuta Helder Montenegro.

Na gravidez existe ainda outro fator que colabora para o agravamento de dores na região lombar. “A gestante passa por mudanças estruturais em seu corpo. Ou seja, o centro de gravidade se desloca para frente e, consequentemente, a grávida se curva para trás como uma tentativa de compensar a alteração, o que gera uma lordose ou um aumento dela”, informa o especialista em coluna vertebral e presidente da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna …− ABRC, diretor do Instituto Pilates. Outro fator que colabora são os seios avantajados e pesados, sendo que eles podem causar até mesmo deformidades na coluna. “Em casos de pessoas que possuem as mamas muito grandes, uma indicação é optar pela cirurgia de redução mamária”, sugere Montenegro.

Como prevenir dores nas costas

A prática de exercícios físicos e o fortalecimento muscular é a melhor maneira de prevenir os incómodos nas costas. Uma recomendação do especialista é investir em atividades de baixo impacto como hidroginástico e pilates. “O pilates ajuda a melhorar o alinhamento da coluna e aumenta a resistência dos músculos. Outra vantagem é que ele promove um alongamento dos músculos, o que ajuda a evitar o aparecimento de lesães na coluna ou em outras áreas do corpo”, finaliza Helder.

Fonte: D. Helder Montenegro, fisioterapeuta, especialista em coluna vertebral / Stefane Braga …− Sacha Silveira Assessoria de Comunicação