Políticas públicas rígidas de segurança garantem paz e ordem na cidade

A Prefeitura de São Caetano do Sul implantou políticas públicas rígidas e pioneiras na área de Segurança, que buscam reduzir os indicadores criminais e garantir paz e ordem na cidade, condiçães cada vez mais reais no município. A idealização do pacote de 16 açães do Programa Cidade Segura, lançado pelo prefeito Paulo Pinheiro em abril de 2014, trouxe muitos êxitos no combate ao crime ao município …− a Administração encarregou-se de investir pesado no setor, apesar dessa ser uma responsabilidade constitucional do Estado.

Mais uma prova do resultado positivo do Cidade Segura é o baixo índice de Crimes contra a Pessoa catalogado em São Caetano, segundo apontam dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado. Em 2015, para se ter ideia, a cidade registrou média de 16,77 ocorrências desse tipo a cada 10 mil habitantes, um dos menores índices de toda a Região Metropolitana …− Crimes contra a Pessoa são classificados como lesão corporal, de honra (calúnia, injúria e difamação), rixas, homicídios e periclitação da vida (exposição ao perigo real e iminente).

No que diz respeito a homicídios, por exemplo, os relatórios da Secretaria de Segurança Pública do Estado mostram que o município teve cinco casos do gênero no ano passado. A Organização das Naçães Unidas (ONU) preconiza como índice “aceitável” uma taxa de 10 homicídios por ano, para cada grupo de 100 mil habitantes. Então, a taxa em São Caetano, com população estimada em 158 mil pessoas, foi muito menor que a tolerada pela ONU.

“Temos números comparáveis a países de primeiro mundo”, enfatiza o secretário de Segurança da Prefeitura, Marco Antonio Barreiras …− a europeia Suíça, a título de exemplo, um dos países mais desenvolvidos do mundo, registra 0,6 assassinatos por 100 mil moradores, um dos menores do planeta.

Cidade Segura O Programa Cidade Segura engloba 16 itens, sendo que, 14 deles, estão em plena execução, como a Atividade Delegada e a Atividade Diferenciada, em que a Administração Municipal paga para que policiais militares e guardas civis municipais atuem em dias de folga; renovação e ampliação da frota da Guarda Civil Municipal (GCM); reforma de delegacias e bases da PM; e concessão de auxílio financeiro para a manutenção das corporaçães estaduais (Polícia Militar e Polícia Civil) na cidade.

Também foram agregados ao Cidade Segura a reforma completa do prédio da GCM, entregue no último sábado (14/5); a aquisição de 200 pistolas semiautomáticas e renovação do uniforme da Guarda; e a construção de uma base fixa de segurança na entrada da cidade, na Avenida Guido Aliberti.