Mortes de mulheres por overdose de analgésicos disparam

As americanas estão morrendo de overdose de analgésicos controlados em um ritmo alarmante, com cinco vezes mais mortes em 2010 em comparação com 1999, informou nesta quinta-feira o Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC) americano.

Um total de 6.631 mulheres morreram devido ao consumo de remédios como Vicodin e Oxycontin em 2010, quatro vezes mais que as falecidas por consumo de heroína e cocaína juntas, segundo o relatório de Sinais Vitais do CDC.