Marina encara alta rejeição dos grupos LGBT no Brasil

A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, já foi recebida com um protesto de integrantes e apoiadores da comunidade LGBT em comício rea-lizado no centro de Fortaleza.

O grupo protestava por conta do recuo do programa de governo da candidata referente à causa gay. Menos de 24 horas após o lançamento do seu plano de gestão, a ex-senadora divulgou uma “errata” em relação ao apoio ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, depois de ser pressionada pelo pastor evangélico Silas Malafaia.

A reviravolta provocou a saída de Luciano Freitas da campanha, secretário nacional do comitê LGBT do então candidato Eduardo Campos, e a rejeição crescente do eleitor gay. Informação é do 247.