Maia impõe sua agenda no pós-denúncia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), prepara uma agenda própria da Casa para apresentar no dia seguinte ao da votação da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, que aconteceu nesta quarta-feira (25). A pauta deve ter matérias económicas articuladas pessoalmente por ele e projetos de maior apelo popular, principalmente nas áreas da segurança pública e saúde.

MAIA1 BSB DF 24 10 2017 NACIONAL O presidente da Camara dos Deputados, Rodrigo Maia nega o pedido da oposicao de fatiamento da denuncia apresentada pelo Ministerio Publico Federal contra o presidente da Republica, Michel Temer, e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria de Governo). Eles foram acusados de formacao de quadrilha e obstrucao da Justica, no plenário da Camara.FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADAO

A intenção do parlamentar, segundo aliados, é buscar mais protagonismo no cenário nacional no momento em que Temer sai enfraquecido após gastar seu capital político para barrar as denúncias das quais é alvo. Nesta terça-feira, 24, na véspera da votação, Temer recebeu vários deputados para garantir apoio. Um deles foi Maia, de quem quis saber como estava o clima na Câmara. À noite, o presidente foi a jantar no apartamento do vice-presidente da Câmara, Fabio Ramalho (PMDB-MG).