Inadimplência do consumidor deve cair em 2013

Após quase dois anos de crescimento, a inadimplência dos consumidores deve cair em 2013, de acordo com indicador Serasa Experian que permite antever os movimentos da inadimplência com seis meses de antecedência. O indicador recuou 1,0% em outubro de 2012, atingindo o valor de 98,9.

Segundo a Serasa, o bom momento vivido pelo mercado de trabalho, com taxas de desemprego baixas e ganhos salariais acima da inflação fizeram com que a perspectiva da inadimplência mudasse. As perspectivas de manutenção da taxa básica de juros (Selic) em patamares baixos e a melhora gradativa na qualidade da carteira de crédito dos bancos são fatores que contribuirão para que a inadimplência do consumidor venha a atingir patamares menores em 2013. Empresas O indicador que analisa a inadimplência das empresas com uma antecedência de seis meses caiu 1,5% no mês de outubro de 2012 em relação ao mês de setembro, situando-se em 92,4, o que mostra que a inadimplência das empresas também ter uma queda gradual em 2013. Esse declínio ocorreria por causa da redução da taxa Selic e das expectativas de aceleração do crescimento económico doméstico e confirmação de um cenário internacional menos conturbado em 2013.