Funeral de Margareth Thatcher custou 4,1 milhões de euros

O funeral da ex-primeira ministra do Reino Unido Margaret Thatcher, que foi realizado em Londres no último dia 17, custou aos contribuintes britânicos 3,6 milhães de libras esterlinas (4,1 milhães de euros), segundo a estimativa publicada nesta quinta-feira pela Downing Street.

A cerimónia na catedral de São Paulo, no distrito financeiro de City, assim como os cerca de 2 mil convites impressos para a ocasião, custaram 500 mil libras (580 mil euros), segundo os dados oferecidos pela residência oficial do primeiro-ministro, David Cameron. Outra verba, de 1,1 milhão de libras (1,27 milhão de euros), foi destinada à “segurança”, enquanto 2 milhães de libras (2,32 milhães de euros) serviram para pagar policiais que estiveram no funeral e que no momento estariam realizando outro tipo de trabalho. A Downing Street informou, além disso, que a família de Thatcher contribuirá com uma quantia ainda não determinada para custear as despesas com funerária e as flores. As despesas ocasionadas pela morte da “Dama de Ferro”, que incluem um cortejo fúnebre pelo centro de Londres, no qual participaram mais de 700 militares das três Forças Armadas e membros da guarda real, foram motivo de polêmica no Reino Unido após a morte da antiga chefe de Governo conservadora. A rainha Elizabeth II e seu marido, o duque de Edimburgo, assistiram à cerimónia em memória de Thatcher, falecida em 8 de abril aos 87 anos.