Diadema recebe curso de dança africana

A Associação dos Funcionários Públicos de Diadema está com inscriçães abertas para o curso de dança africana contemporânea. As aulas terão início no dia 20 deste mês e são abertas também para não sócios. “É uma oportunidade de conhecer a cultura africana por meio da música de artistas como Salif Keita, Mory Kanté e Oudy Premier. Nas coreografias que dançaremos, vamos mexer da cabeça aos pés, recarregando as energias e, ao mesmo tempo, ajudando a manter a forma”, explica o professor Aboubacar Sidibé, nativo da Guiné. Os ritmos apresentados nas aulas são aqueles dançados em festas nos países da costa ocidental, como o mamaya, o dance jeroi e o jazz africano.

Os movimentos desse tipo de dança são de baixo impacto e beneficiam o corpo todo, trazendo força, vitalidade e energia para os participantes. Não é necessária experiência em danças para fazer o curso, que é indicado para todas as idades. “Basta estar aberto para conhecer os ritmos africanos. A dança é cheia de espontaneidade e alegria”, diz Sidibé. A participação na aula inaugural pode ser trocada por um quilo de alimento não perecível, que será doado para entidades assistenciais locais. Aos 10 anos, o guineense Aboubacar Sidibé começou a dançar em sua cidade natal, Kamsar, na província de Boké. Em 2002 (aos 20 anos de idade), imigrou para a Capital, Conakry, onde continuou seus estudos de dança e percussão tradicional mandingue em grupos como o Africa Sabou Djuman e Fareta. Seus mestres são Mamadou Keita e N”Nassady Keita. Em 2011 passou a dançar com o balé particular Bagatai, de Youssouf Koumbassa. O dançarino, que viveu mais de 25 anos em Nova York, é um dos poucos artistas da primeira geração do balé Djoliba que continua no ofício. Radicado em São Bernardo desde agosto de 2012, Aboubacar Sidibé ministra diversos cursos de dança tradicional africana em São Paulo e faz apresentaçães da dança e percussão, além de ser contador de histórias. Serviço …− As aulas de dança contemporânea africana com Aboubacar Sidibé começam no dia 20, das 10h às 11h. A entrada é um quilo de alimento não perecível. As demais aulas acontecerão sempre aos sábados, das 10h às 11h30. Valores: R$ 50 para sócios e R$ 60 para não sócios, para pessoas de ambos os sexos, a partir dos 7 anos. A Associação dos Funcionários Públicos de Diadema fica na rua São Marcos, 183, Centro, próximo ao Terminal Metropolitano Diadema. Outras informaçães pelo , com Daniela Stefano.