Delegação palestina se retira de negociações de paz

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, disse nesta quarta-feira que os negociadores de paz renunciaram devido à falta de progresso nas conversas, apoiadas pelos EUA, sobre a criação do Estado, obscurecidas pela construção de assentamentos de Israel. O episódio marca um novo fracasso nas negociaçães com Israel, retomadas em julho e nas quais autoridades de ambos os lados disseram ter obtido pouco avanço.

Em uma entrevista à TV egípcia CBC, Abbas sugeriu que as negociaçães continuariam mesmo caso a delegação palestina se mantenha firme em sua decisão. “Ou convencemos a delegação a retornar, e nós estamos tentando, ou formamos uma nova delegação”, disse ele. Não ficou claro na entrevista de Abbas se os negociadores já se retiraram, mas ele disse precisar de cerca de uma semana para retomar as negociaçães.