Coreia põem artilharia em posição de combate

O Exército da Coreia do Norte advertiu nesta terça-feira que suas forças de artilharia e foguetes estão na mais alta posição de combate. Trata-se da mais recente ameaça do país, cujo alvo é a Coreia do Sul e os Estados Unidos.

O Ministério da Defesa de Seul disse que não percebeu qualquer atividade militar suspeita na vizinha Coreia do Norte e que as autoridades vão analisar a advertência. Analistas dizem que um ataque direto norte-coreano é extremamente improvável, especialmente durante os exercícios militares conjuntos entre Estados Unidos e Coreia do Norte, que terminam em 30 de abril, embora haja alguma preocupação sobre a provocação após o final dos treinamentos. As duas Coreias já registraram vários confrontos navais sangrentos nas disputadas águas do Mar Amarelo desde 1999. Em novembro de 2010, a artilharia norte-coreana atacou uma ilha sul-coreana e matou dois fuzileiros navais.