Cidades brasileiras apresentam iniciativas inovadoras em encontro em Santo André

Mais de 500 pessoas, de 30 cidades brasileiras, incluindo as sete cidades do Grande ABC, vêm a Santo André na próxima semana trocar informaçães sobre açães que estão colaborando para a construção de cidades mais humanas e com melhor qualidade de vida para a população. Os municípios estarão reunidos no Encontro Nacional de Cidades Educadoras, que acontece nos dias 3 e 4 de novembro, no Teatro Municipal de Santo André. Na abertura, às 9h, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e o professor Pablo Gentile, secretário executivo do Conselho Latino Americano de Ciências Sociais, falarão sobre o tema do encontro: Sustentabilidade, Inclusão Social e Diversidade em Territórios Educativos.

O Encontro é uma atividade da Rede Nacional de Cidades Educadoras, composta por 14 municípios sob coordenação de Santo André. A rede é um braço da Rede Internacional de Cidades Educadoras (AICE), que integra 478 municípios de 36 países, com o objetivo de promover a troca de experiências entre os participantes para que as iniciativas bem sucedidas possam ser replicadas. O conceito de Cidades Educadoras, neste caso, transcende os muros das escolas, envolvendo açães em várias áreas da administração pública que proporcionem uma melhor qualidade de vida para a população, fomentando a autoestima e a consciência de cidadania.

Assim, mobilidade urbana, meio ambiente, cultura, geração de renda, direitos humanos e muitas outras áreas são importantes para a formação de uma cidade Educadora. Por isso, durante os dois dias de encontro haverá a apresentação de 30 experiências inscritas seguidas de debates, além de 40 banners produzidos pelas cidades também com informaçães sobre suas açães inovadoras. Além disso, no segundo dia do encontro os visitantes poderão participar de visitas técnicas monitoradas a locais como a ETA (Estação de Tratamento de Água), ETE (Estação de Tratamento de Esgoto), ao Viveiro Municipal, à Sabina Escola Parque do Conhecimento, à Usina de Papel, entre outros.

Durante os dois dias do evento estão programadas apresentaçães culturais e haverá em 23 tendas instaladas no Paço Municipal onde serão apresentadas diversas açães e serviços oferecidos pela Prefeitura de Santo André, além de produtos artesanais produzidos por artesão de Paranapiacaba e praça de alimentação. Mais informaçães …− http://www.cidadeseducadorasbrasil.net.br/Default.aspx

Sobre a Secretaria de Educação

O ponto central da Pasta é o direito do cidadão à educação infantil e ao ensino fundamental de qualidade, bem como a alfabetização, a elevação de escolaridade e a formação profissional de jovens e adultos. Para isso, a rede municipal de ensino é composta por 31 creches, 51 Emeiefs (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental), cinco CPFPs (Centros Públicos de Formação Profissional) e 11 CESAs (Centros Educacionais de Santo André).

Nas creches, são atendidas atualmente 5.865 crianças de três meses a 3 anos de idade e 1.236 com idades entre 4 e 5 anos. Já nas emeiefs (Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental) são atendidas neste ano aproximadamente 18 mil crianças de 6 a 10 anos e 8 mil com idade entre 3 e 5 anos.

Nas salas de Educação de Jovens e Adultos, a EJA, estão matriculadas 2,8 mil pessoa e na EJA-FIC (Educação de Jovens e Adultos …− Formação Integral Continuada), que oferece formação profissional com elevação de escolaridades, são atendidas 353 pessoas. Na Formação Integral Continuada (FIC), que oferece apenas formação profissional sem elevação de escolaridade, são atendidas aproximadamente 540 pessoas.

FONTE PMSA