Chefe nega boatos de aposentadoria de Rossi após morte de Simoncelli

Chefe de equipe na Ducati, Davide Brivio negou os boatos de aposentadoria de Valentino Rossi, eneacampeão no Mundial de Motovelocidade, após a morte de Marco Simoncelli no GP da Malásia de MotoGP, em Sepang, no domingo. O piloto italiano foi um dos que acertou o colega após a queda no asfalto, junto com o americano Colin Edwards, da Yamaha Tech 3.

Brivio, ex-chefe da Yamaha, seguiu com Rossi para a Ducati neste ano para continuar a trabalhar com o piloto italiano. Em sua página no Twitter, o dirigente disse que os boatos não faziam sentido.

– Vários estão perguntanndo sobre a aposentadoria de Rossi. Isto não é verdade, de maneira nenhuma, e peço desculpas até por ter de explicar isso …− disse Brivio.

Marco Simoncelli foi atendido na clínica do circuito. Só que, por causa da gravidade dos ferimentos, teve parada cardiorrespiratória e faleceu pouco menos de uma hora depois, ainda no autódromo. A corrida foi cancelada logo após o incidente. Ele sofreu lesães na cabeça, pescoço e no peito. Rossi fez sua homenagem ao amigo em sua página no Twitter ainda no domingo.

– Sic era como um irmão mais novo para mim. Ele era tão duro na pista quanto era doce na vida. Ainda não acredito nisso. Sentirei muito sua falta.

Fonte : Globo.com