Cestas de Natal e Ano Novo estão mais caras este ano

Com a proximidade das festas de final de ano, o consumidor já começa a pesquisar preços dos produtos que vão compor a ceia. Pensando nisso e como uma forma de auxiliar na hora de procurar o que é melhor para o bolso, a Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André) divulga nesta semana um levantamento composto por nove itens especiais para a ocasião.

O destaque da pesquisa é que, apesar de a maioria apresentar alta …− seis de nove …− dois produtos muito desejados ficaram mais baratos. São eles os quilos do tender e do pernil, que recuaram 6,35% e 4,61%, respectivamente. Já aqueles a apresentarem as maiores elevaçães de preços na comparação com 2014 foram as garrafas de 660 ml do espumante Cereser, que ficou 37,54% mais caro e, do espumante “Chuva de prata”, que subiu outros 31,19%. Como neste ano os itens apresentam comportamentos de preços diversos, o engenheiro agrónomo da Craisa e responsável pela pesquisa, Fábio Vezzá de Benedetto, dá uma dica valiosa. “A competição entre as diversas marcas que encontramos no mercado acaba favorecendo os consumidores que ganham mais opçães na hora de fechar a compra e, apesar de poderem optar por marcas menos conhecidas, muitas delas já ganharam a confiança e se tornaram uma alternativa mais em conta. Ainda assim, a recomendação ano após ano é pesquisar”. Os outros produtos que também encareceram foram o bacalhau, cujo preço subiu 17,44%; a uva passa, que ficou 20,40% mais cara, o chester, que subiu em 10,48%, além do panetone Balduco de 500 gramas, 7,32%. Já o único a permanecer praticamente estável …− queda de apenas 0,08% …− foi peru.