Banda JOLT traz novidades para o cenário musical do ABC

Uma nova banda começa a se despontar no cenário musical do Grande ABC. Formada no ano passado, a JOLT tem raízes no rock folk, indie, art pop e rock experimental e sua primeira música de trabalho “Bloom Lady” tem sido bem aceita e elogiada, inclusive por profissionais do mercado. Nesta sexta-feira (27) abrirá o show do Chimarruts, banda de reggae gaúcha, em evento fechado em São Bernardo do Campo.

Na semana passada, a JOLT foi uma das finalistas da promoção “Temos Vagas …− Lollapalooza” da rádio 89FM. Teve uma votação expressiva (uma das dez mais votadas) e, por muito pouco, não subirá ao palco do festival que acontece neste fim de semana, 28 e 29, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, com grandes atraçães internacionais e nacionais. Mas em 2014 os irmãos Cauan e Mariana Machado, vocalistas da banda, marcaram presença no Lollapalloza Kids, como alunos da School of Rock (São Caetano do Sul) e fizeram sua estreia no evento.

A banda são-bernardense é formada por sete integrantes que seguem o lema que boa música se aprende desde cedo e com seriedade e profissionalismo. Com trajetórias diferentes no segmento e com idades entre 11 e 27 anos, a JOLT teve início com os irmãos Cauan e Mariana Machado e, logo depois, passaram a fazer parte Douglas Adelantado “Dough” (bateria), Bruno Martins “Giare” (baixo), Gabi Passoni (guitarra), Lucas Araújo (guitarra) e Henrique Cepulveda “Henry” (teclado). Os mais experientes e com passagens por outras bandas e projetos são o baterista Dough e o baixista Giare que abraçaram o projeto e, como os demais, estão se empenhando nos trabalhos acústicos e na composição de novos singles.

Primeiro a integrar a recente formação e o mais velho do grupo, o bateria Dough, 27 anos, explica: “Desde o início apostava muito no projeto por sua seriedade e pelas pessoas que o idealizaram. Viramos uma família, pois todos foram escolhidos a dedo e estão bem engajados e em sintonia. Fazemos o que gostamos e temos pessoas que acreditam em nossas ideias e potencial e isso nos mantêm focados.” Para o baixista Giare, 26 anos, também não é diferente. “Vejo a Jolt como um resgate ao meu passado. Lembro de como era difícil quando tinha um sonho aos 15 anos e não havia incentivo da família. Então, além de grandes “músicos” vejo um sonho nesses meninos que de fato pode acontecer. Já passei por diversos projetos, mas é a primeira vez que eu realmente acredito que vai dar certo”, ressalta.

“Apesar da pouca idade Cauan (14) e Mariana (11) possuem uma boa desenvoltura vocal e chamaram atenção de pessoas do meio musical, tanto que tiveram oportunidade de iniciar um projeto acústico com arranjos e cordas do guitarrista Tuco Marcondes (Zeca Baleiro)”, afirma Cesar Machado, produtor executivo da banda. “Todos têm um trabalho sério, acreditaram no projeto e fica evidente o potencial deles a cada ensaio e apresentação. A música é forte, dinâmica e com letras simples que falam do cotidiano e a JOLT tem trabalhado intensamente para gravar o primeiro EP que pretendemos apresentar em breve”, finaliza.

Nos últimos meses, a banda tem realizado pocket shows, como em fevereiro no Shopping ABC, em Santo André, em parceria com a Made in Brazil Music Megastore que teve sucesso de público.

Por enquanto, o primeiro single “Bloom Lady”, que tem letra e arranjos de Cauan Machado, Bruno Martins (Giare) e Douglas Adelantado (Dough), pode ser conferido no Youtube http://migre.me/p9GEu ou no Soundcloud http://migre.me/p9GHr

Para acompanhar o trabalho e agenda da banda: Facebook …− joltoficial, Instragram …− @joltoficial e Twitter …− @joltoficial.

FONTE Assessoria de Imprensa …− Banda JOLT