App da Unicamp que ajuda a entender radiografia é baixado em 80 países

Um aplicativo que ajuda a interpretar radiografia foi desenvolvido pela Faculdade de Odontologia (FOP) de Piracicaba (SP), o campus da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) na cidade. Criada há 30 dias, a ferramenta gratuita e disponível para os sistemas Android e IOS, já é utilizada por quase seis mil pessoas, em 800 cidades e 80 países (Veja vídeo abaixo). A ferramenta funciona como um manuel para o dentista. Nele, o profissional pode consultar imagens e descriçães de doenças que ajudam a fazer um diagnóstico mais preciso do problema do paciente.

O criador do aplicativo foi o aluno da instituição, Victor de Aquino Wanderley, durante o mestrado. “A ferramenta pode ser usada tanto para profissionais quanto como material didático nas universidades de odontogia do país”, disse. A ferramenta passa por aprimoramento e uma versão em inglês é desenvolvida para que o aplicativo possa vir a servir como referência na área. O professor da FOP Matheus Lima de Oliveira, da FOP/Unicamp, afirma que os profissinais dentistas têm dúvidas em relação à interpretação radiográfica. “Dificilmente, eles vão recorrer a livros ou fontes seguras no momento exato da observação. O aplicativo é uma maneira dinâmica e prática de sanar o problema durante a análise da imagem”, ressaltou. Na própria faculdade, professores e alunos já fazem uso da tecnologia e, segundo eles, durante os atendimentos, é comum ver os colegas consultando o aplicativo para traçar o diagnóstico aos pacientes. Assim como os livros e os conteúdos teóricos, novidade se mostra útil para os estudantes que estão no início da graduação. A estudante de graduação Fernanda Bidoli afirmou que a ferramenta tem sido muito útil para a formação na área. “Sobre uma cárie, por exemplo, é preciso saber identificar como ela aparece em uma radiografia para poder diagnosticar em um paciente”, disse. Os profissionais também podem trocar informaçães entre eles. No consultório, a dentista Daniela usa a novidade no atendimento.”Com essa tecnologia, fica muito mais fácil para o paciente entender o próprio caso. Eu mostro a imagem na radiografia e comparo com o aplicativo”, relatou. Os pacientes também gostaram da ferramenta. “Eu me sinto mais confiante no que estou vendo e o profissional também”, disse a dona de casa Valdirene Pereira.