A tecnologia que pode salvar milhões de vidas ao eliminar substância perigosa da água

A ONG Human Rights Watch estima que até 20 milhães de pessoas correm perigo em Bangladesh, na Ásia, com o “maior envenenamento em massa na história da humanidade”. Milhães de “poços tubulares” foram criados no país desde os anos 1940 para fornecer água livre de bactérias à população. No entanto, nos anos 1980, casos de envenenamento por arsênio começaram a surgir, e hoje doenças relacionadas ao problema matam 43 mil pessoas por ano no país.

Depois que seu avó morreu por causa de uma doença relacionada ao consumo da substância, Minhaj Chowdhury, de 28 anos, decidiu agir e fundou a Drinkwell para levar água segura até os moradores de vilarejos. A tecnologia envolve construir sistemas de filtragem, usando resina para extrair o arsênio da água. A empresa, que hoje atua em Bangladesh e na Índia, tem uma meta ambiciosa: atender 200 milhães de pessoas na Ásia.

FONTE BBC